2012-01-01 Diminuir tamanho da letra Aumentar tamanho da letra

2012 – A antevisão nos recursos humanos


A Elevus transmite a sua sondagem de ideias, tendências, pessoas e práticas no horizonte dos Recursos Humanos para 2012:


Previsões 2012


_Organizações focadas na sobrevivência e rentabilização do negócio


_Rentabilidade do negócio conseguida maioritariamente através de cortes nas principais rubricas de custos, nomeadamente, a rubrica Recursos Humanos


_Perdas de produtividade por escassez de recursos


_Sistemas de compensações e salários estagnados, reduzidos ou mesmo anulados


_Colaboradores desmotivados e inseguros quanto à sua carreira e permanência na empresa


_Resultados das organizações em causa e respectiva sustentabilidade do negócio


_Risco de contágio empresarial ao nível do espírito, desempenhos e resultados


 


Soluções 2012


_Sensibilizar a Gestão para a necessidade de manter o foco na sua sobrevivência (curto prazo), mantendo simultaneamente iniciativas estratégicas que minimizem o risco do negócio no futuro (médio longo prazo). Ex.: metodologia Balanced Scorecard


_Clarificar os objectivos estratégicos da organização, identificando as funções estratégicas e suas competências, distinguindo as funções e competências estrategicamente mais críticas. Assim a organização sustentará a sua estratégia e o corte de custos terão uma razão estratégica, evitando “cortes cegos”


_O downsizing obriga os gestores a prescindir alguns dos seus quadros de pessoal, existindo a necessidade de identificar, reter e replicar os Top Perfomance. Para um aumento sustentado da produtividade per capita é vital que toda a estrutura rh da organização, especialmente a gestão de topo, promova um ambiente interno de empowerment.


_Recriar sistemas de compensação não financeiros que permitam o estimular do trabalho de equipa e a motivação dos colaboradores através de factores intrínsecos (ex: reconhecimento de competências, responsabilização, iniciativas internas). Implementação de modelos de compensação financeiros ajustados à realidade individual e corporativa que claramente distingam os melhores (políticas salariais com enfoque crescente na remuneração variável, em função de performances).


_Apostar na transparência e assiduidade na comunicação das boas e más notícias a todos os colaboradores, abertura de espírito para fomentar e aceitar sugestões de melhoria (independentemente da posição hierárquica de quem sugere), recurso a modelos de gestão de desempenho meritocráticos suportados nas competências estratégicas e objectivos individuais, equipa e organização.


_Num momento de contágio macro económico da zona euro (e não só) é importante que preventivamente as organizações assegurem que tal efeito de especulação não se replique na liquidez das organizações. Sem uma fórmula mágica, sugerimos que os empresários, gestores, técnicos, etc, dêem especial atenção à interiorização e prática de uma cultura de exigência, rigor e ética profissional.


_Façamos um marketing fantástico das iniciativas construtivas e metas alcançadas. Divulguemos e acenemos a bandeira das nossas organizações. Hoje mesmo retiremos os óculos marca “troika” e certamente num jornal ou numa revista encontraremos grandes feitos dos quais nos podemos e devemos orgulhar de ser Portugueses.


 


 
................................................................................................................................................................................................
Retroceder  |  Imprimir | Recomendar a um amigo

Notícias

Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD/GDPR)

2018-02-14

Em contagem decrescente para o Novo Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados, a ELEVUS irá ministrar algumas acções de formação neste âmbito.

Próximos Eventos

Data e Local: 4 de Junho (das 10:00H às 13:00H e das 14:00H às 18:00H) - Porto

Inscrições até: 28 de Maio
Carga horária: 7 horas